Wednesday, January 5, 2011

As línguas e seus "erres"

  
     Começou com o inglês. Descobri que poderia me comunicar com pessoas em todo o mundo. Aprendi a ler, escrever, ouvir e falar a língua dos gringos e de quebra entrei no mundo deles. Cinema, literatura, música- me apaixonei. Viajei e mergulhei em inglês 24/7. 
     Mas não me dei por satisfeita. Quis aprender espanhol, pois sendo brasileira, vivo numa ilha rodeada por um mar de hermanos. HeRmanos. Que diacho! Me deparei com um "erre" que faz minha língua tremer além do que a coitada está preparada. 
     Minha língua é mineira, uai! Ela despreza os "erres". A letra final de amor, mar, e também em porta, verde, não é mais que um sussurro. É tortura pedir que pronuncie reloj, rojo, perro. PeRRo (!!!)
     Como se não bastasse, escolhi uma tortura ainda maior: falar francês. Ha ha ha. Não sei nem descrever como o "erre" francês é articulado, mas com todo respeito e por falta de comparação melhor, soa como... limpar a garganta, digamos assim.
     Até o "erre" do inglês anda me deixando insegura. É só dizer New JeRsey e me sinto uma caipira.
  Pensando tanto sobre "erres", percebi que é assim que se aprende: errando! Errando e tentando novamente, até que a língua se desdobre e me leve a novos mundos.

6 comments:

fernando said...

pois é, desistir de aprender frances justamente por causa do maldito erre.

Priscila said...

ahahaha adorei, tbm sou mineira kkkk

a gente sai daqui do Brasa falando porrrrta e depois q aprende inglês a gente fica chique, falando doorrr

kkkk

péssimo! ><

Vc faz o q na Holanda? to querendo ir aí passar uns 6 meses como au pair provavelmente, por isso achei seu blog! =)

bjos!

Ana Elisa Miranda said...

Oi priscila! procurei seu contato mas nao encontrei, então vou responder aqui msm, espero q volte hehe. não estou na holanda, acabei de voltar dos EUA, estou vendo a possibilidade de ir pra europa :) d q cidade vc eh? bj

Nicole said...

Que post bonito!!.. admiro a sua sede por aprender e se comunicar!! =)
Obrigada pelo recadinho no meu blog... Por acaso vc ja teve alguma experiencia parecida?
BEijos

Arione Torres said...

Oi, sou Arione. Gostei muito do seu blog. Estou seguindo. Segue o meu?
http://arionetorres.blogspot.com/
Um abraço...

Anonymous said...

Para cada idioma que vc aprender, vai deparar-se com a peculiaridade do R... em inglês, francês, espanhol o R tem sempre o mesmo som (digo o R pertencente a cada um desses idiomas), em italiano e em português o som do R varia.

Dependendo de onde vc mora no Brasil, a palavra caRne tem o som do R assim ou assado... o nome Roberto tb. Em italiano vc poderá ouvir Roma com o R carregado similar ao espanhol ou com o R soando como nosso R em caRoço.

Boa sorte em seus estudos e em suas escolhas. ~~~